Alan Moore detona o universo.

Roubei isso do site do universohq, Alan Moore sem dúvida é um dos maiores escritores vivos dentro de qualquer mídia que conheço, respeito muito o trabalho dele, principalmente o trabalho feito após Watchmen, estes como  A liga extraordinária ou Promethea, acho Watchmen uma história muito boa, mas mal interpretada pelos songo mongos leitores de hqs que adoram dizer que “Watchmen” é o melhor quadrinho já feito. Watchmen nunca foi uma homenagem, isto fica claro logo no inicio com a narração de Rooscharch, Watchmen sempre foi uma sátira, está tudo lá, o heroi queridinho por todos, que estupra sua companheira de trabalho, e por aí vai. Se você acha que o Dr. Manhattam é apenas o Super-Homem de verdade, então tenho uma grande pena de você.

Entendo muito bem o que Alan Moore quer dizer, o que não entendo é o quanto sites gringos e os brasileiros, que apesar de criticar o produto, fazem questão de divulgar. Não proponho um boicote ao material, só acho que não há a mínima necessidade de ler este material. Assim como tantos outros lançados pela DC e pela Marvel, provavelmente nunca vou ler o material. Não faz sentido.

Defendo a postura do Alan Moore, também defendo a crítica, porém falta observar que apesar do que os mongolóides sites do Brasil se referem ao que ele diz que não lê mais revistas de histórias em quadrinhos isso na verdade é que ele diz que não lê mais os quadrinhos produzidos na América, por editoras como Dc e a Marvel. Ora, recentemente ele não fez um terror baseado em alguns livros do H. P. Lovecraft?

Então aí depende da interpretação do leitor.

Acho super interessante ele contribuir para os eventos ocuppy, segundo ele diz na longa entrevista está escrevendo um texto para o movimento ( os quadrinhos que vão sair ) e também para algo como um cd também que está sendo planejado, achei bem interessante. Também gostei de ver o que ele falou sobre essa molecada que compra os quadrinhos sabendo que o escritor se fodeu por causa disso. Digo, você para comprar uma porcaria dum quadrinho do homem- aranha sabendo que o escritor perdeu o emprego no meio de um arco porquê não concordou com os termos da história é meio que ser escroto não?

Bom, dou uma força para o Moore, gosto muito do material dele e acho que ele é um dos grandes escritores de quadrinhos que soube fazer histórias que não fossem recheadas de nazismo, sexismo, enfim, esse tipo de coisa.

Confira a entrevista aqui:

http://www.seraphemera.org/seraphemera_books/Alan_Moore_Interview.html

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: