Posts Tagged ‘arquivo x’

Sobre Scullys e Mulders

maio 6, 2015

Dei uma olhada nas primeiras edições de Arquivo X, a décima temporada.
E não é de se estranhar que depois de mais de un ano o sucesso da HQ tenha ajudado ao retorno da série:

Sem ataque de estrelismos de David Duchovny e com controle de Chris Carter como editor, em poucas edições sabemos que os Lone Gunmen não estão mortos, nem mesmo o Câncer Man ( sim dou spoilers, se você não sabe disso, tchau ).
Espero que a série faça una adaptação ou aproveite as idéias dos quadrinhos, senão isso seria algo a se lamentar.

Acompanhe de alguém que se importou mais em datalhar nessa pagina da Wikipedia: http://en.m.wikipedia.org/wiki/The_X-Files_Season_10

Anúncios

Aliens do passado ou os arquivos xis.

janeiro 31, 2015

Após nove temporadas e dois filmes, terminei mais uma série.

Uma cruz que carrego há alguns anos, junto com a minha esposa, de ver em séries de televisão uma nova forma de arte, aonde atuação, roteiro, direção e produção caminham juntos por anos, para nascer algo criativo e único. Assim foi com Sopranos, The Office, Parks e Recreation, Twin Peaks, Breaking Bad, Workaholics, Flight of the Conchords, entre outras.

Já escrevi sobre algumas, outras fui deixando cair no limbo de meu esquecimento até que ao tentar escrever sobre elas, já havia esquecido boa parte. Mas não pude deixar isso acontecer com Arquivo X, porque além de marcante, a série é muito peculiar.

Antes de Lost, Supernatural, Fringe e outras séries que não vale a pena nem citar aqui, existia Twin Peaks.

Twin Peaks é o que acontece quando um cineasta autoral invade as telas pequenas. Uma série intrigante, aonde cada episodio deixava aquele gancho que nos faz querer ver o próximo, a série apresenta como personagem principal um agente do FBI para investigar um possível Serial Killer, porém não se prende apenas a ele. Assim, ao logo de duas temporadas e um filme, somos convidados a conhecer a pequena cidade de Twin Peaks, aonde aos poucos, vamos conhecendo a vida dos moradores da cidade.

David Duchovny já aparecia nesta série como um crossdresser. Para a época, um personagem transgressor. Apesar de se vestir como uma mulher, algumas vezes aparece percebendo a beleza feminina, além de contar que se vestiu de mulher em uma missão, e que no final dela, continuo como um costume, porque via nas roupas de mulheres conforto.

Mas não estamos aqui para falar sobre Twin Peaks, e sim sobre Arquivo X, acontece que logo após o final de Twin Peaks, a fox colocava nos trilhos X-Files, encabeçada por Chris Carter, de uma maneira tímida, o sobrenatural de Twin Peaks se juntou com teorias de conspiração alienígena, junto com o ocultismo e outras bizarrices. Na série, Fox Mulder é um agente do FBI, outra hora com uma carreira promissora, que devido seu interesse e crença no Sobrenatural e em alienígenas, vai parar no Arquivo X, uma sessão no porão do FBI aonde crimes sem explicação e insolúveis são encaminhados. Porém suas investigações se aprofundam e a a agente com formação em medicina Dana Scully é encaminhada para ser parceira de Mulder, o motivo, era para que ela, como cética, atuasse como critica as investigações de Mulder. Com o tempo Scully se torna uma importante aliada de Mulder, e após a segunda temporada tem tanta importância quanto ele na trama.

A verdade é que apesar de muito

cética e de no inicio da série isso se tornar inclusive uma espécie de rinha entre “acredito ou não acredito”, ou “isso simplesmente aconteceu” com “com certeza existe uma explicação cientifica para isso”.

O ceticismo de Scully se tornou inclusive motivo para piada na internet, existe até esse vídeo aonde aparece a quantidade de vezes que ela cita e defende a ciência acima de tudo.

Essa diferença entre os dois acaba rendendo bons episódios. Como aquele que é contado a partir do ponto de vista entre um Nerd paranoico, ou aquele que se passa sobre as duas óticas, com as versões de cada agente.

Com o tempo se estabeleceu dois tipos de episodio: a mitologia da série, que contava aos poucos as abduções de Scully, Mulder e da irmã de Mulder, esses episódios envolviam conspirações do governo para esconder uma invasão alienígena. Os planos do governo era criar uma raça de humanos escravos dos aliens.

E os episódios avulsos, que são aleatórios e envolvem forças sobrenaturais entre outras coisas. Alguns destes episódios são desastrosos, outros tem ótimos roteiros dignos de prêmios como o sindicato dos Roteiristas.

Arquivo X expandiu esse conceito de Coadjuvantes de Twin Peaks, apesar de não ter tantos, conhecemos ao longo da série os Lone  Gun Man, três nerds que escrevem um jornal desmascarando as conspirações do governo. Walter Skinner, Assistente do Diretor, que aos poucos se torna um aliado de Mulder. O Câncer Man, talvez um dos maiores vilões em que já vi em séries.

Esse desenvolvimento de personagens secundários eu posso ver espelhado em Lost,  com ótimos coadjuvantes aonde vamos conhecendo a história deles por meio de flashbacks e flashfowards. Também o grande mistério das abduções e as teorias de conspiração alienígena também estão presentes nos mistérios explicáveis e inexplicáveis da Ilha. Enxergo esses a em outras séries como Fringe, aonde apesar de episódios aleatórios aos poucos vamos conhecendo a mitologia da série, e um plano que ao invés de envolver alienígenas, envolve realidades alternativas.

O que me deixou decepcionado na verdade foi o desenvolvimento da série após o filme que saiu depois da quinta temporada. A partir daí, a não ser pelos episódios avulsos, a série declina muito, tendo um final horrível.

Apesar disso, o saldo todo é positivo e praticamente na sexta-temporada descobrimos quase toda a conspiração e os malvados são praticamente excluídos.

A partir daí é criado uma nova trama, que não é bem fechada e fica sem pé nem cabeça. Após uma temporada inteira fora, Mulder retorna no último episodio do nono ano querendo esconder uma verdade estarrecedora, isso em 2002. Nem a verdade que ele tenta esconder vale a pena no episodio: Essa seria que os alienígenas iriam invadir nosso planeta no final de 2012, assim como Os maias previam o fim do mundo , e esse spoiler, nem dá vontade de evitar escrever.